Os sonâmbulos fazem as coisas mais estranhas. Há histórias daqueles que saem de casa só com a roupa de baixo, ou que se levantam para cozinhar e depois voltam para a cama sem nem mesmo provar a comida. Um aviso sério muitas vezes acompanha esses relatos: acordar um sonâmbulo pode matá-lo! No entanto, as chances de se matar alguém com esse problema com o choque do despertar repentino são tão grandes quanto a de alguém morrer ao sonhar com a morte.
Embora seja verdade que acordar um sonâmbulo, especialmente à força, pode estressá-lo, pensar que alguém poderia morrer por causa de um choque como esse é uma crença totalmente falsa, diz Michael Salemi do Centro Califórnia para Distúrbios do Sono. “Você pode assustar um sonâmbulo, e ele pode ficar muito desorientado e ter reações violentas ou confusas, mas nunca ouvi falar de nenhum caso documentado de alguém que tenha morrido ao ser despertado”. O perigo do sonambulismo está mais ligado àquilo que o sonâmbulo pode encontrar ao sair por aí em seus devaneios noturnos.
O sonambulismo faz parte de uma categoria maior de distúrbios relacionados ao sono, conhecidos como parassonias, incluindo terrores noturnos, distúrbio de comportamento do sono paradoxal, síndrome das pernas inquietas e sonambulismo. Para a maioria das pessoas, o sonambulismo consiste de atividades corriqueiras como sentar-se na cama, andar a passos lentos pela casa e vestir-se ou tirar a roupa. Uma minoria manifesta comportamentos mais complexos, como preparar refeições, fazer sexo, pular janelas e dirigir – enquanto na verdade ainda estão dormindo. Esses episódios podem durar alguns segundos ou se estender por 30 minutos ou até mais.

“O sonâmbulo está meio dormindo e meio acordado”, afirma Carlos Schenck da University of Minnesota, “O cérebro produz ondas delta e teta, o que demonstra realmente que a pessoa está em um estado de atividade noturna”. Normalmente o sonambulismo ocorre durante o terceiro e o quarto estágio do sono não-REM, os estágios mais profundos, caracterizados por um sono de ondas baixas, ou delta, e pouco sonhos ou nenhum.

Quem ae é sonambulo?


Homem-Polvo

21/06/2009

O filipino Rudy Santos, de 55 anos, é um fenômeno médico. Com quatro braços e três pernas, ele apresenta uma das condições mais raras de que se tem notícia – um gêmeo parasita.

Rudy, conhecido como “Homem-polvo”, conseguiu sobreviver de sua condição, exibindo-se em carnavais e shows com aberrações durante a década de 1970 e 1980, mas tempos difíceis o obrigaram se isolar durante 10 anos, vivendo na pobreza. Mas ele continua sendo uma lenda local no circuito de carnavais, apesar de seu misterioso desaparecimento.

https://i1.wp.com/i37.tinypic.com/ff33wh.jpg

Agora Rudy, o mais velho gêmeo parasita do mundo, é obrigado a confrontar seu passado e enfrentar seu futuro para seu próprio bem e o de sua família. As câmeras o acompanham em sua emocionante jornada, iniciada ao ouvir pela primeira vez uma opinião médica, vinda da principal autoridade em separação de gêmeos siameses das Filipinas, o Dr. Vicente Gomez.

Gripe suína ou gripe porcina é uma doença infectocontagiosa ocasionada por uma variante do vírus influenza H1N1. Apesar do nome não é transmitida pelos porcos, por isso, discute-se a mudança do nome para não ocasionar erros.

Também denominada gripe mexicana, gripe norte-americana, influenza norte-americana ou nova gripe.

A transmissão ocorre apenas entre humanos (homem-homem). Até o momento não foi registrado nenhum caso de contaminação por contato com animais  mas somente pelo contato entre humanos.

O consumo de carne de porco não acarreta doença, uma vez que o vírus é inativado pelo calor. Esta afecção está sendo considerada epidêmica no México, onde o governo já anunciou 7 mortes confirmadas causadas pelo H1N1 e 152 casos de morte suspeitos, levando a Organização Mundial da Saúde a declarar que a doença é uma “emergência na saúde pública internacional” com grandes chances de tornar-se uma pandemia.


São postadores de memórias extraordinárias…

a doença é a sindrome de savant,  costuma aparecer em dez por  cento dos autistas e também dois por cento das pessoas que sofrem algum tipo de dano no cérebro, provocado por acidente ou doenças.

O mais famoso savant do mundo, o americano Kim Peek, que inspirou o director Barry Levinson a fazer o filme Rain Man, aprendeu a ler aos 2 anos e hoje, aos 55, sabe de cor mais de 7.500 livros.

by: Mts

  • Pessoas Online

  • Widgets


    Humor Business Directory - BTS Local
    Ueba
  • Publicidade